sexta-feira, Agosto 01, 2014

Jesus chora por Jerusalém

A uns dias da sua crucificação, Jesus contemplando a cidade de Jerusalém, chorou. E disse:

"Ah! Se tu conhecesses também, ao menos neste teu dia, o que à tua paz pertence! Mas, agora, isso está encoberto aos teus olhos. Porque dias virão sobre ti, em que os teus inimigos te cercarão de trincheiras, e te sitiarão, e te estreitarão de todas as bandas, e te derribarão, a ti e a teus filhos que dentro de ti estiverem, e não deixarão em ti pedra sobre pedra, pois que não conheceste o tempo da tua visitação." (Lucas 19:41-44).

O lamento profético de Jesus foi cumprido parcialmente no ano 70 DC, quando Jerusalém foi tomada pelas tropas do comandante romano Tito e as muralhas e o templo foram destruídos. Penso que quando Jesus vislumbra a cidade de Jerusalém hoje, novamente chora. Chora por causa da crueldade, maldade e cegueira humana. Oro para que a graça, a misericórdia e a paz, da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo, sejam com Jerusalém. Maranata!

quarta-feira, Julho 30, 2014

Cristianismo sem Cristo?

Os cristãos devem ser o reflexo vivo de Cristo aqui na terra mas não podemos julgar o cristianismo somente por alguns que se dizem cristãos. A grande referência do cristianismo é Cristo e a Sua Palavra. Se por um lado é verdade que os cristãos devem evidenciar Cristo nas suas palavras e atitudes, um cristão individual ou mesmo um grupo que se intitula cristão, pode não manifestar nem glorificar a Cristo. Digo isto, porque cada vez mais existem "cristãos" que se dizem cristãos, mas que na sua vivência diária nada têm de Cristo, nem da Sua Palavra. E o cristianismo sem Cristo é outra coisa que não é cristianismo. O verdadeiro cristianismo implica ter um relacionamento pessoal e íntimo com Cristo, todos os dias.

segunda-feira, Julho 28, 2014

Os computadores são como os martelos

Os computadores são como os martelos. São maravilhosos quando cumprem a sua função e até esquecemos que existem. O problema é quando eles resolvem martelar-nos os dedos e a cabeça. Nesses momentos, preferíamos que não existissem. Depois, passa.

domingo, Julho 27, 2014

Custa infinitamente mais não ser

"É claro que custa ser um cristão;
mas custa infinitamente mais não ser."


John Stott

sábado, Julho 26, 2014

A alegria do serviço

Acaba de chegar a casa a minha filha Rute, depois de ter estado uma semana como monitora numa semana de crianças, no Centro Bíblico de Esmoriz. Como seria de esperar a Rute vem muito cansada, mas feliz. Há poucas alegrias que se comparem ao serviço do Senhor. Como pais, o nosso coração também transborda de alegria ao constatarmos a obra de Deus na vida da Rute e a sua disponibilidade para o seu serviço, não só nestes lugares, que nos foram (e são) de elevada estima espiritual, como também na igreja local e no mundo. Continua Rute! Continuem amigos!

quinta-feira, Julho 24, 2014

Seguro com O soberano Deus

Confiar que O soberano Deus sabe e conhece tudo, mesmo os pensamentos e intenções mais ocultas, dá segurança e paz no presente e no futuro. É reconfortante saber que O Deus que nos guia hoje, vê e conhece o amanhã melhor do que nós vimos ontem. Quem caminha com Deus está seguro.

terça-feira, Julho 22, 2014

Primeiro a fé ou a regeneração?

No milagre da salvação o que acontece primeiro, a fé ou o novo nascimento? Tem o homem poder para ressuscitar a si próprio da morte espiritual? No coração da teologia reformada ressoa o axioma: "A regeneração precede a fé", recorda R. C. Sproul.

Leia o seu interessante artigo AQUI.

segunda-feira, Julho 21, 2014

Que nunca nos falte a Luz

De repente a luz falhou e foi tudo abaixo. A falta de luz é tramada. As trevas são más. Quando voltou, já não havia net, televisão e telefones. Estas coisas costumam avariar aparelhos. Perdem-se trabalhos. Os computadores, por exemplo, detestam estes cortes de energia. Os alarmes parece que também não simpatizam muito com cortes. Ninguém gosta de cortes. Depois de longos minutos de espera, que pareciam horas, a luz lá voltou. Ninguém gosta de esperar, mas faz-nos bem. Aprende-se a parar. A electricidade é importante (e caríssima!), mas há uma luz maior e melhor. A Bíblia diz que "Deus é luz, e não há nele treva nenhuma" (1 João 1:5). Deus não é luz, mas Ele esparge a sua luz. Quem crê e anda com Deus anda na luz espiritual e relacional. Torna-se filho da Luz.

Quando andava no serviço militar, depois de conversar com um colega acerca dos assuntos da fé, ele acusou-me que essas coisas eram só para uns quantos "iluminados". Nessa altura não gostei muito. O tom era ironicamente depreciativo. Hoje não me importaria assim tanto. A iluminação não é, nem fruto do nosso esforço, nem por causa da "nossa bondade". Mas compreendo agora que sem iluminação divina o homem nada pode saber relativamente às coisas espirituais. "Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo" (2 Coríntios 4:6). A luz é divina, mas vê-se. Jesus afirmou que era a luz que veio a este mundo: "Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas" (João 12:46). Quando cremos em Jesus, saltamos das trevas para a sua maravilhosa luz.

Mas podemos pensar que estamos na luz e estarmos enganados. O apóstolo João diz: "Aquele que diz que está na luz e aborrece a seu irmão até agora está em trevas" (1 João 2:9). Rejeitar, desprezar ou odiar o nosso irmão que vemos, equivale a fazer isso tudo ao "Pai das luzes" e estar no pior dos negrumes. Uma das provas, ou evidência, que alguém está na luz é o amor pelo próximo (1 João 2:10). O caminho da luz é o caminho do amor. Amar é iluminar. Não um amor propriamente nosso, mas a luz que reflectimos da essência da natureza divina que está em nós. A luz ainda brilha. Que nunca nos falte. "Enquanto tendes luz, crede na luz, para que sejais filhos da luz" (João 12:36).

domingo, Julho 20, 2014

Perseverar na esperança

"O homem superior é o que permanece sempre fiel à esperança; não perseverar é de poltrões."

Eurípides (Poeta grego, do século V A.C.)

sexta-feira, Julho 18, 2014

"Lila"