domingo, Novembro 23, 2014

Carácter no poder

"Quase todos os homens são capazes de suportar adversidades, mas se quiser por à prova o carácter de um homem, dê-lhe poder."

Abraham Lincoln

sábado, Novembro 22, 2014

quinta-feira, Novembro 20, 2014

O ritmo alucinante das semanas

Eu costumava ter a sensação que os dias passavam muito rápido, agora são as semanas que se sucedem num ritmo alucinante. Cada vez mais tenho a convicção de guardar e valorizar as coisas importantes da vida. Aquelas que não passam com a pressa do tempo passar.

segunda-feira, Novembro 17, 2014

Keep walking!

A Bíblia é realmente espantosa também porque não esconde as falhas dos chamados "heróis da fé". Abraão é uma referência de confiança e fé em Deus, mas quando a barriga apertou de fome desviou-se da estrada rumo à Terra Prometida e desceu ao mundano e pecaminoso Egipto. Lá omitiu que era casado com Sara e encolheu-se com medo do grande Faraó.

É fácil falar de fé e prosperidade quando se tem a boca e os bolsos cheios. O grande desafio é continuar a crer quanto tudo parece dar errado. Crer enquanto se tem fome, sede, sendo perseguido, injustiçado, sem dinheiro, ou estando doente. E aí não somos muito diferentes do faminto Abraão.

Quando assumimos os nossos erros não estamos a ser bons, apenas concordamos com a verdade. Os crentes distinguem-se dos descrentes porque sabem o quão fracos e pecadores são. Os que andam na estrada da fé não ficam prisioneiros dos seus erros, antes levantam-se porque acreditam no perdão misericordioso de Deus. Augusto Cury disse que “Uma pessoa inteligente aprende com os seus erros, uma pessoa sábia aprende com os erros dos outros.” Os erros dos santos homens da Bíblia estão lá precisamente para isso. Para aprendermos a caminhar melhor, sem nunca desistir. Como Abraão, que continuou a caminhar, não por vista, mas pela fé.

domingo, Novembro 16, 2014

O princípio do foco central

"Se houve alguma coisa que me manteve no caminho todos estes anos, foi estar firmado neste princípio do foco central. Há muitas coisas que eu posso fazer, mas devo reduzir tudo até à coisa que eu devo fazer. O segredo da concentração é a eliminação."

Howard Hendricks

sábado, Novembro 15, 2014

Dos sornas não reza a história

Aqueles dias chuvosos e frios em que só apetece ficar na cama todo dia a ler ou a ver séries e filmes parvos da TV enquanto se bebe chocolate quente e se come pão quentinho com manteiga. Só que a vida real, para alguns, nem sempre se compadece com estes "luxos". Dos sornas não reza a história.

quinta-feira, Novembro 13, 2014

A luz e o alarme

Quando faltou a luz o alarme tocou
A falta da luz fez tocar o alarme
O alarme parou quando a luz voltou.
Se a luz não falhasse o alarme não tocava
Se o alarme não tocasse a luz não voltava
Quando soou o alarme a luz retornou.
Foi assim que tudo bem ficou.


Jorge Oliveira

segunda-feira, Novembro 10, 2014

Fazer o bem

"Dá muito mais trabalho fazer mal do que fazer bem!" dizia um sábio professor meu.

domingo, Novembro 09, 2014

As implicações da Verdade

"Cada pessoa inevitavelmente tem visões «exclusivas». Insistir que ninguém deveria reivindicar a verdade é fazer uma reivindicação da verdade. Assim, a verdadeira questão não é Você acha que tem a verdade? (Todos acham isso). A verdadeira questão é: Que conjunto de declarações exclusivas de verdade levarão a uma atitude humilde, pacífica e não superior com relação às pessoas de quem você difere profundamente? No centro das declarações de verdade cristãs existe um homem pregado numa cruz, morrendo pelos seus inimigos, orando pelo seu perdão. Qualquer pessoa que pense nas implicações disso será levada a amar e respeitar até mesmo os seus oponentes."

In: Timothy Keller. A Supremacia de Cristo em um Mundo Pós-Moderno. Editora CPAD, 2007, p.127.

quarta-feira, Novembro 05, 2014

As cargas deste mundo

As cargas deste mundo apertam-nos. Quem segue a Palavra de Deus sabe que vão surgir aflições. Quando cremos que Deus em Cristo venceu as cargas deste mundo, as coisas que nos sobrecarregam continuarão a pesar, mas brota um descanso e um ânimo interior. Deus cuida sempre dos seus filhos. Ele é mais forte que a carga mais pesada. Na sua misericórdia e poder, Deus pode remover instantaneamente o que nos aflige. Ou então, conservar essas cargas por mais algum tempo, como lembrança que não somos daqui e que devemos continuar a caminhar dependendo mais dele do que de nós próprios. É o próprio Jesus que nos sussurra hoje ao ouvido: "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo" (João 16:33).