sexta-feira, maio 15, 2009

Missing Red

Hoje de manhã acorda-me a minha mulher esbaforida. "A Red desapareceu da caixa de sapatos!". Ensonado, arrastei-me à cozinha para confirmar a ocorrência. Um enorme buraco no topo da caixa denunciava a fuga. Malditos roedores! Procuramos por todos os cantos da casa e nada. É o que faz zangar-se com os irmãos, pode-se acabar só e perdido. Esperaremos que com o cair da noite a Red retorne arrependida (a fome, por vezes apressa a comunhão) e tal qual o enganador Jacó faça as pazes com a sua irmã Black.

7 comentários:

Tinoca Laroca disse...

hahaha.
Não a pisem, já agora...
eu já pisei um cágado, a minha mãe um passarinho, o meu cunhado um esquilo...
nem queiras saber a sensação...
as consequências da fuga de quem vive entre gigantes.
God bless you,
T.

Jorge Oliveira disse...

Esquilo? Como é que alguém pisa um esquilo???? Deve ter os pés pequenos o teu cunhado (sem ofensa) ehehehh.

Vamos tentar atraí-la pela comida, dizem que pela boca morre a rata. Uma ratoeira com sementes ou queijo, e quando ela vier comer... TRÁZZZZZZ!

Eheheheh


(Esquilo... tss tss)

antoniofilipe disse...

Hum... de um roedor e de uma caixa de cartão não se espera bom casamento, ou não fosse o bicho um... roedor!

Enfim, também em tempos o meu pai se lembrou de colocar um pica-pau numa grande gaiola de madeira e rede. Já não me lembro o que aconteceu ao pica-pau, mas que passei uma noite mal dormida, passei!

Jorge Oliveira disse...

Bom casamento?
Desconfio que a Red fugiu de vergonha por causa da cor dos olhos.
Por supuesto.
Eheheheheh

Liliana disse...

Dica 1: Hamster adultas não podem viver juntas pois brigam até a morte; Só ficam juntas enquanto são filhotes;
Dica 2: Caixas de papelão não servem para hamster; dentinhos poderosos!!!

Jorge Oliveira disse...

Agradeço as dicas Liliana, já tinha aprendido a lição.

Rubinho Osório disse...

Ah, pecado fatal: hamster em caixa de papel!!!