domingo, maio 05, 2013

O centro fulcral da existência

"As Escrituras não existem para transmitir ideias inertes. É um chamado para amar, e o amor que não leva à acção não é amor. Todos os dias da nossa vida, a Palavra deve ser um imperativo para redescobrir a verdade que, nas palavras de Hans Küng, 'todo o segredo e o centro da existência humana encontram-se na pessoa de Jesus Cristo'.

Na minha opinião, a maior necessidade da igreja hoje é conhecer Jesus Cristo como Senhor e Salvador. Esse é o tema central de toda a doutrina do evangelho de João: 'Para que vocês creiam que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus e, crendo, tenham vida em seu nome' (João 20:31)."



In: Brennan Manning. Convite à loucura. São Paulo: Mundo Cristão, 2007, p. 53.

3 comentários:

ALIÓCHA disse...

Olá,
O imperativo do amor e verdadeiramente o essencial. A cristologia, Não enquanto a busca do Jesus histórico, mas do Cristo que morreu e ressuscitou por amor a nós. Imperativo decorrente do envolvimento e motivação em Deus. Amar a Deus e ao próximo com o amor de Deus, nisto consiste toda a lei e os mandamentos.
Boa semana,
Alisson

Jorge Oliveira disse...

Olá Aliócha,
Mais do que conhecer o Jesus histórico, ou reconhecê-lo como "bom Mestre", importa crer e receber Jesus Cristo como salvador e Senhor das nossas vidas. Encontrar Jesus é encontrar O amor.

Um abraço.

ALIÓCHA disse...

Amém!
Gosto do seu blog. Entre os posts, aqueles de humor combinam com meu senso de humor também. Me reconheci muito quando li o película de proteção para celular ou sobre o peixe caro que comeu. a Paz de Cristo meu irmão,
Alisson