segunda-feira, junho 22, 2009

Três bebés adoptados



Foi com muita tristeza e prenunciada saudade, que ontem no final do culto da tarde entregamos três dos quatro filhotes da família R&B (Red & Black). Três bolinhas fofinhas e gordinhas, antes que engordassem mais (uma fêmea hamster entra no cio a cada 4 dias), foram adoptadas por três bondosas famílias da nossa Igreja. Por ora ficamos com um hamster que pensamos ser fêmea e esperamos que os enganos do passado não se repitam.

Bondade, acolhimento, adopção e amparo que tanto têm a ver com a Igreja. Se não tem mais, a culpa é nossa. E não estou a falar de ratos.

4 comentários:

Thiago Bomfim disse...

Acompanho essa história dos dois hamsters. Está a cada dia mais interessante. Digna daqueles complicadíssimos e intermináveis seriados de TV americano.

Jorge Oliveira disse...

Bondade a tua, "Friend" Thiago

Para que o Red não tenha ideias de "Prison break" e ficar outra vez "lost", continua bem fechado na sua "House". O que ele queria mesmo, era descobrir novamente a "Anatomia da Black", nem que fosse só por "24" horas, mas para que não se arme em "Heroe", vai continuar bem fechadinho na gaiola.


Somos uma "louca" e "grande família", eu sei.
"ER"!

andre disse...

olá Jorge.

Recebi o teu comentário e devo dizer que já não me ria de mim assim há algum tempo!
Depois gostava de dizer que adotei um desses "bebés"...assim sinto-me mais participativo no teu blog.
abraço

Jorge Oliveira disse...

Olá André,
Ainda bem que te riste, a ideia era mesmo essa.
Vocês foram muito generosos em adoptar um dos nossos "ratinhos". Ele continua bem? Vê lá se agora o teu hamster não come o que resta do teu blogue!
:)

Espero que te sintas à vontade no CANTO e volta sempre.

Um abraço.