segunda-feira, setembro 22, 2008

Teísmo fechado

Para mim não há incoerência nenhuma entre acreditar na soberania (total) de Deus e na liberdade (condicionada) do homem. A grande contradição para mim, é alguém, a pretexto da liberdade humana total, crer num deus que não é totalmente omnisciente, omnipresente e omnipotente. Sem esses atributos, Deus não seria Deus. Um Deus que não transcenda o saber, o estar e o poder humano seria sempre um pequeno e fraco deus, portanto um falso deus. A pior tentação do Teísmo aberto é que ao humanizar Deus está a criar o homem-deus, que sempre foi e será a primeira e grande sedução e mentira do diabo.

4 comentários:

Rubinho Osório disse...

Eu tb tenho me debatido para aceitar a idéia deu que as coisa não precisam ser necessariamente excludentes, e que coisas contraditórias são, às vezes, apenas paradoxos. Resisto à tentativa de diminuir Deus, ou super-exaltar o homem, assim como fiar-me demais na razão, ou na emoção.
Mas... não é fácil!!!

soffs disse...

O que me custa é diminuir Deus à minha imagem...e não o contrário...

Marlene Maravilha disse...

Muito bem colocado.
Abracos

rubenita disse...

isso é só o começo, pessoal!!!

aqui no brasil temos o pr ricardo gondim, que é muito conhecido e já foi muito requisitado no meio evangélico brasileiro, mas que perdeu essa condição ao passar a confessar o "Open Theism", uma posição teológica que afirma que Deus tem limitações e está também crescendo/aprendendo com os fatos no universo.

Deus conhece ou não conhece tudo sobre o futuro? está Deus existindo no futuro ou não? é Deus limitado ao presente ou não? as respostas a estas questões refletem a própria natureza e o escopo da existência de Deus (como foi muito bem colocado pelo Jo no post). os "teístas abertos" estão promovendo uma descrição de Deus que O reduz de conhecer todas as coisas, passado, presente e futuro, a não conhecer todas as coisas no futuro. a onipresença está também em risco no open theism, visto que os "teístas abertos" negam a existência do futuro e, através disso, negam a onipresença de Deus no futuro.

só podemos clamar: vem Senhor, volta logo prá buscar o Seu povo!!!

um abraço, Jo.