quarta-feira, agosto 06, 2008

O limoeiro cresceu e frutificou

anteriormente tinha falado aqui dos meus limoeiros - estas árvores percorrem este blogue como notáveis personagens. Está crescido, o do jardim. Jovem, frondoso, bem agarrado à terra firme. Os seus finos e longos ramos apontam o céu, outros, quais braços carregados, tombam jubilosos pelos muitos frutos. A minha esposa esteve a contá-los e disse-me que já são mais de cinquenta, os limões. É certo que alguns pequenos frutos, com o vento caíram, mas fertilizaram o solo e perfuram o jardim. O limoeiro é uma boa ilustração da vida e da igreja. Alegra-me que alguns dos ramos com citrinos estejam a pender para o passeio da rua. Alegra-me que ele dê frutos às pessoas que passam. Estou contente pelo meu limoeiro ter crescido e se ter voltado para fora.

5 comentários:

Rubinho Osório disse...

É um contra-ponto interessante ao texto de hoje do Brabo...

jc disse...

vá lá...
ao menos já tenho quem me arranje uns limões quando precisar!

:)

Viviana disse...

Olá Jorge,

Então, parabéns pelo seu limoeiro.

Pelo que a foto mostra está lindo!

Creio que tambem tenha sido bem
cuidado.

Achei linda a ideia de "dar frutos" aos que passam...

Um abraço
viviana

Vilma disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vilma disse...

Gosto muiiito de limonada... de preferência adocicada e com um toque ácido! ;)

E gostei da analogia. :))