segunda-feira, agosto 06, 2012

O grito de Jonas

O capitulo dois do livro de Jonas é uma oração. Um grito. Um Salmo. Jonas está no entranhas de um grande peixe e clama a Deus por livramento. As trevas, a solidão, a dor e o sofrimento que assolam Jonas, são consequências da sua teimosia e desobediência. Jonas chegou fundo do poço.

O Deus da Bíblia castiga. Penso que se prega pouco desta incómoda verdade. Os púlpitos e as igrejas não servem para nos sentirmos bem, servem para pregar a verdade. A verdade é que O Pai castiga e corrige a quem ama. Se ficássemos abandonados na nossa rebeldia, estaríamos para todo o sempre afastados do seu amor. Mas o Senhor corrige-nos porque nos ama. "Bem-aventurado é o homem a quem Deus castiga; não desprezes, pois, o castigo do Todo-poderoso" (Jó 5:17).

Alguém disse que a "Universidade da Baleia" é um óptimo meio que Deus usa para endireitar e formar pregadores e pessoas desobedientes. Você está a cumprir com o seu chamado? O fundo do poço é um bom lugar para recomeçar. Comece por reconhecer quem Deus é e confessar quem você é e o que tem sido.

Passados três dias e três noites, o soberano Deus manda o grande peixe vomitar Jonas em terra seca. A oração/salmo de Jonas foi ouvida. Jonas viverá. A correcção de Deus produz sempre bons frutos. Jonas está agora prostrado na praia. Pronto para obedecer.


Imagem: Jonah, by Robert T. Barrett. 1990.

2 comentários:

Rubinho Osório disse...

Jorge, não creio que o peixe vomitou Jonas porque ele havia se arrependido. Creio que o fez porque Deus ama e tem misericórdia. A Graça salvou Jonas, não o seu arrependimento. Este ocorreu porque ele foi convencido do seu pecado ao encarar aquela situação radical. Deus o colocou em uma situação limite porque sabia que ela poderia ajudar Jonas a enxergar - como o fez - Deus, seu poder e seu Amor.
Mas não sou teólogo. Isto é só uma opinião de um jonas qualquer. Abs

Jorge Oliveira disse...

Olá Rubinho,
Eu também não sou teológo, no sentido técnico do termo, mas penso igualmente que foi a graça e a misericórdia do soberano Deus que não só salvou Jonas, mas que também operou o arrependimento no coração de Jonas.

Obviamente que Deus tem muitos meios para demonstrar esse seu grande amor; o Grande Peixe (sim, porque eles andam por aí...) é um deles.

Um abraço.