quarta-feira, maio 09, 2012

Fanatismo religioso e ateu

Por mais incrível que pareça, não há muita diferença entre um fanático religioso (de qualquer religião) e um fanático do ateísmo. Os primeiros esforçam-se imenso por seguir e espalhar cegamente as suas crenças e o seu deus, os outros empregam todos meios que podem para negar esse deus. O esforço humano e o desgaste despendido nesse processo são idênticos. A frustração também. A ênfase do ateu é a negação, a do fanático é a afirmação. A intolerância, a loucura e o desvario do crente fanático são semelhantes à do descrente. É verdade que nem todos os religiosos e nem todos os ateus são fanáticos, mas até para esses há solução. O fanático, seja religioso ou ateu, precisa descansar. Parar de se esforçar tanto para acreditar, convencer ou desacreditar um falso deus e confiar apenas na obra realizada pelo verdadeiro Deus. Crer e descansar em Deus e na sua graça, na salvação completa que O Senhor Jesus Cristo operou na cruz. Descansando n’Ele, encontrará finalmente paz e descanso para a sua agitada alma.

2 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Passei e encontrei seu blog, li algumas coisas, seu blog é muito bom, quero deixar um incentivo: Continue a deixar-se guiar pela grande vontade de Deus, continue a ouvir a voz do Espírito Santo, e a escrever o que você sabe que é a vontade de Deus, tanto para ganhar outros para Jesus, quer incentivar nossos amigos a ficarem mais perto do nosso Deus. Deixo também um convite, mas é apenas se o quiser fazer, pertencer aos meus amigos no Peregrino E Servo, claro que irei retribuir.Um obrigado,e muita paz de Jesus.

Jorge Oliveira disse...

Olá amigo António Batalha.
Agradeço a visita e palavras incentivadoras. Adicionei o seu blogue à minha lista.
Um abraço.