quarta-feira, março 28, 2012

A Quaresma dos Protestantes

Antecipando a chegada da minha mãe a nossa casa para passar as férias da Páscoa, comecei a correr no sábado. Não, não é que esteja a fugir da minha querida mãezinha. Já aqui o referi que, quando a minha mãe vem para nossa casa, eu como muito. Demais! Hoje ao almoço foi um lauto cozido à portuguesa, regado com um belo copo de vinho tinto Alentejano, de seu nome "Prosa". A comer assim, vou ter que correr muito. Todos os dias. A Quaresma dos Protestantes é isto, meus amigos: fartos cozidos, "prosa" da boa e muito suor. Graças a Deus!

4 comentários:

Jose Costa disse...

Conheço alguns iluminados que lendo o que escreves dirão que és herege... ;)

Jorge Oliveira disse...

Zé, não me surpreende isso. Os "iluminados" do tempo de Jesus também não O chamaram de comilão e beberrão? "Quem lê, que entenda!"
;)

Dáuvanny Costa disse...

Não esqueça de me convidar um dia para partilhar esses maravilhosos regalos. Levo o vinho ;)

Jorge Oliveira disse...

O prazer será nosso em vos receber!
Um abraço.