sexta-feira, novembro 18, 2011

O conto da democracia

Considerava-se uma pessoa muito tolerante, defensora do diálogo e do debate democrático das ideias e costumes. Um dia recebeu uma opinião muito discordante na caixa de comentários do seu blogue. Furioso, apagou-a imediatamente. De seguida retirou a perturbante caixa de comentários do seu espaço blogosférico. Depois de dar sumiço à possibilidade de alguém refutar publicamente o que defendia, continuou a escrever sobre tolerância, diálogo e democracia. Tinha a certeza que era disso que mais percebia.

2 comentários:

Rubinho Osório disse...

Eu mantenho minha caixa de comentários aberta, e defendo a tolerância, diálogo e democracia... nem por isso sou tolerante, democrata, afeito ao diálogo. mas sigo tentando!

Jorge Oliveira disse...

Rubinho,
Não esquecer que é um mero conto, uma ficção! Todas as pessoas democráticas são sempre tolerantes e respeitadoras do diálogo. Não?


(aviso-te já que se dizes que não, apago o teu comentário! eheheheheheh)