quarta-feira, junho 15, 2011

Convicções com amor

A ler o post de Augustus Nicodemus Lopes sobre a interessante pergunta:

É Sempre uma Falta de Amor Criticar e Julgar?

2 comentários:

Rubinho Osório disse...

Cá estou eu novamente a te importunar.
Escrevi certa vez ao Nicodemus e Norma para dizer que sentia agressividade e rancor nos ataques aos hereges que fazem em seus blogues.
Ele me respondeu que se alguém se sente ofendido, o problema é dele - o que se sente assim - porque ofender não é a intenção deles.
Humildemente, discordo profundamente deles.

Jorge Oliveira disse...

Olá Rubinho,
Você não importuna nada e é sempre um prazer ler os seus comentários.

Relativamente ao que você disse, entendo o seu ponto de vista, devemos seguir a verdade em amor (Efésios 4:15). Por vezes, na nossa ânsia de defender a verdade, podemos ser sempre mal interpretados e até ofender algumas pessoas. Normalmente a verdade gera conflitos e atritos (veja-se o caso de Jesus) e eu penso que não é por isso que não devemos ter convicções.

Martinho Lutero disse que “Paz se possível, mas verdade a qualquer custo”.

Um abraço.