segunda-feira, setembro 28, 2009

"Levanta-te e anda!"

Ontem preguei acerca de um homem que nasceu coxo. O homem era mesmo coxo. Quando os apóstolos Pedro e João foram ao templo orar, notaram à porta do templo este pobre homem esperando receber alguma coisa deles. Pedro, mostrando os bolsos vazios disse-lhe “não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda.” Estendendo-lhe a mão, ajudou-o a levantar-se. O homem que era coxo, vendo que se lhe firmavam os pés e que conseguia andar, entrou no templo, saltou e glorificou a Deus, talvez para escândalo de tantos religiosos.

O povo vendo o que acontecera, tentou elevar e glorificar a Pedro e João. Mas como eles não eram como os falsos apóstolos dos nossos dias, gritaram: “Porque olhais tanto para nós como se por nossa própria virtude ou santidade fizéssemos andar este homem? Foi Deus que realizou todas estas coisas." Quase se podia ouvia em fundo a música de Steve Curtis Chapman: “God is God and I am not” ("Deus é Deus e eu não sou"). "Arrependei-vos dos vossos pecados e convertei-vos a Deus.” Era a ordem e a mensagem apostólica que importava obedecer.
O homem que era coxo recebeu a fé, a libertação, a salvação e a alegria que só existem por Cristo - O Caminho. Provavelmente nunca mais ficou à porta do templo. Juntou-se aos do Caminho. Aquele homem que era coxo também sou eu.

2 comentários:

Rubinho Osório disse...

O mais interessante da narrativa é que ao coxo não é pedido nada! Pedro e João apenas dizem para o homem levantar-se e andar!!! Não lhe pedem fé, dízimo, testemunho, oferta de gratidão, NADA!!!

Jorge Oliveira disse...

Muito pertinente o teu comentário, Rubinho. Nada foi pedido ao coxo. Aliás, se analisarmos bem o texto bíblico, a fé revelada no coxo nem sequer era dele ("a fé que é por ele" - versículo 16 e Hebreus 12:2).