segunda-feira, junho 08, 2009

Confissões de S. Jorge (3)



Confesso que votei CDS/PP. Há falta de "Democracia cristã" em Portugal e no mundo. O PSD ganhou, o CDS garantiu os seus deputados e o PS do Engenheiro Sócrates perdeu. Estou contente com os resultados.
Venham as próximas.

6 comentários:

Vitor Mota disse...

Boa atitude esta de assumires a tua posição política. Eu optei por dar o meu voto a um novo partido que considero estar a começar bem e que apresenta valores essenciais para o futuro do nosso país: o MEP. Até Outubro!

Samuel disse...

Eu também pensei votar no partido denominado "Democrata Cristão" mas depois dei o meu voto a todos para não deixar ninguém triste em virtude da falta de transparência de qualquer um deles

Jorge Oliveira disse...

Respeito as opções políticas de cada pessoa e compete a cada um informar-se e votar em consciência.

Percebo também o desencanto com os políticos e as políticas, principalmente no nosso quadro actual de crise, mas gostava de sublinhar uma coisa que acredito: as políticas e os políticos NÃO são todos iguais. Há políticas melhores que outras e umas que beneficiam mais a população que outras. E há "Césares" que estão mais perto do reino de Deus que outros.

Oremos por todos.

Viviana disse...

Olá Jorge

Parabens amigo.

Então já somos dois...

O C.D.S. é há muito o meu partido, já era do meu pai em 75.
Creio que é o que defenfe mais os valores cristãoa, como a vida, a família e outros.

Um abraço

viviana

Hadassah disse...

Já somos 2 Jorge. É a primeira vez que voto CDS, costumo votar PSD, mas de facto é o partido que defende mais os nossos valores cristãos e fiquei igualmente satisfeita com os resultados!

Ester disse...

E eu confesso que tenho um fraco pelo Nuno Melo, apesar de eu ser do PSD. Mas considero que há nele potencialidade.