quarta-feira, janeiro 28, 2009

A fé dos que foram serrados ao meio

Os novos apóstolos da fé (aqueles que conquistam e dominam tudo e todos, principalmente os bolsos dos seus seguidores), quando pregam acerca da fé em Hebreus 11 normalmente falam pouco (ou esquecem-se), dos "heróis da fé" que aparecem nos últimos versículos desse capítulo. Esquecem-se dos "outros que experimentaram escárnios e açoites, e ainda cadeias e prisões. Foram apedrejados e tentados; foram serrados ao meio; morreram ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, necessitados, aflitos e maltratados (dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos e montes, e pelas covas e cavernas da terra." (Hebreus 11:36-38).

Estes "outros", foram aqueles que não derrubaram muros nem fecharam a boca aos leões mas que tiveram a mesma fé que os primeiros. A fé verdadeira, a que tem origem e destino em Deus, também pode ter um desfecho cruel e tormentoso. Não é sempre uma estrada larga de sucessos, conquistas, vitórias e livramentos extraordinários.

Aqueles "outros" da galeria da fé, sofreram e morreram sem verem o milagre. Mas o maior milagre talvez tenha sido esse: o de crerem e estarem com Deus, independentemente do que viam ou sentiam.
Haverá fé maior e melhor que esta?

5 comentários:

O PENSADOR disse...

assino embaixo...

Tiagão disse...

Desculpa isto não ter nada a ver com o post. Com o qual concordo, claro.


Deixei um desafio para ti, no meu blog:
http://coisasinsignificantes.blogspot.com/2009/01/answers.html

Jorge Oliveira disse...

Tiagão,
Fico honrado com o teu desafio e convite, mas aviso já que não prometo responder. Oito Sonhos? Isso não é sonho (ou sono) a mais?

Mas vamos indo e veremos da minha vontade e disponibilidade.


Abracinho (acordado)

Rubinho Osório disse...

Cara, meu, mano (gírias brasileiras), este texto bateu fundo!!! Sensibilizado, agradeço!!!

Daniel M.S. disse...

No entanto(teologicamente falando)foram revestidos de um poder sobrenatural.Eram homens "semelhantes a nós", não como eu e você,mas parecidos. No Iséculo vemos alguns a caminho de Roma para serem comidos e queimados e outros crucificados nas estradas e encruzilhadas, durante o caminho. Contudo eles tinham algo que os crentes de hoje não têm ou têm em pouca medida, o poder do Espírito, isto é, vida com Deus.Não existem mais perseguições a valer(para nós, diga-se), as nossas agonias e lutas são na maioria das vezes, consequência de nossos actos e não de uma vida de fé, de serviço...
Falta-nos perseguições e poder do Espírito, falta-nos amigos a sério, os heróis já não existem.

Um abraço forte e reformado