quarta-feira, novembro 05, 2008

Os verdadeiros amigos

Os verdadeiros amigos não são aqueles que concordam com tudo o que dizemos ou fazemos. Aqueles que nos questionam e que se nos opõem, são muitas vezes os que revelam, com as suas críticas sinceras e cuidado, o autêntico amor philéo. Paulo resistiu a Pedro, porque ele era criticável. “Chegando Pedro à Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível.” (Gálatas 2:11). Acredito que o fez por causa da verdade de Deus, pela causa do Corpo de Cristo, mas também pela afeição e amor que nutria por Pedro. Rejeitar a contradita e a oposição é impedir o trabalho de Deus na nossa vida e a oportunidade real de crescermos um pouco mais. É aniquilar a verdadeira amizade.

4 comentários:

Rubinho Osório disse...

Como ouvi certa vez: "Não quero um amigo que seincline quando eu o faço. Minha sombra o faz muito bem!"

osátiro disse...

Amigo JOrge.
Estamos lançando uma campanha na blogosfera de apoio aos CRISTÃOS barbaramente assassinados na Índia, Iraque, Irão, e por todo o Mundo, e esquecidos pelos media.
Envolve Católicos, mas tb há Evangélicos, Baptistas...
Temos que nos UNIR!
Há blogs brasileiros, espanhóis e da américa latina.
Convido-o a ler os meus posts sobre Índia, Gandhi e Perseguição aos CRISTÃOS.
Há endereços de mail de embaixadas.
Não podemos ficar de braços cruzados!
Um grande abraço.

Vilma disse...

"É mais leal o amigo que magoa, do que o inimigo que nos beija." - Provérbios 27:6

Jorge Oliveira disse...

Excelente citação Rubinho. Gostei.


Olá amigo Osário,
Infelizmente sei do sofrimento e perseguição que muitos cristãos estão a sofrer.
Podes contar com as minhas orações e apoio.
Abraços fraternos.


Olá Vilma,
Esse versículo tremendo resume perfeitamente o eu tentei escrever no post. Obrigado pela lembrança.
Um abraço