quarta-feira, setembro 10, 2008

O princípio do buraco

Segundo alguns cientistas, parece que era hoje que se ficava a conhecer quase tudo acerca das origens do planeta terra, ou então, segundo os mais pessimistas, o planeta terminaria, sendo engolido por um buraco negro. Os cientistas procuram encontrar o "Bósão de Higgs", a chamada partícula de Deus, mas Deus está mais perto do que pensamos, como diz um corinho protestante: "Deus está apenas à distância de uma oração".
Uma coisa é certa, com ou sem Colisor de Hádrons: o fim do mundo também nunca esteve perto. Vigiai e orai.

Mais informações e fotos acerca do "LHC" - Large Hadron Collider.

6 comentários:

soffs disse...

Vi essa noticia, logo de manhã...e pensei para os meus botões..."Hummm porque será que os vemos tão obstinadamente a tentar provar que Deus não existe? Não seria meis fácil inventarem outras coisas mais uteis???" Maus Deus é assim...com sentido de humor e muita misericórdia, ou então...já cá não estaríamos...

soffs disse...

eh pá...desculpa...a ultima parte seria : "Mas Deus é assim...com sentido de humor e muita misericórdia, ou então...já cá não estaríamos..." e mais acima seria :"Não seria mais fácil.."...once again...sorry... è de querer fazer as coisas depressa e bem...lol, como se isso fosse possível...
Desculpa...vou escrever de novo...tudo!!!
Vi essa noticia, logo de manhã...e pensei para os meus botões..."Hummm porque será que os vemos tão obstinadamente a tentar provar que Deus não existe? Não seria mais fácil inventarem outras coisas mais uteis???" Mas Deus é assim...com sentido de humor e muita misericórdia, ou então...já cá não estaríamos...

PRONTO....tenho dito!!!!!!!!!!! lol

Jorge Oliveira disse...

Olá Sofia,
"depressa e bem?", estes dias a seguir às férias são tramados.
lol

Viviana disse...

Olá jorge,

Espero que venha revigorado das férias.

Quanto ao tal "engenho" no qual trabalharam 20 anos e gastaram fortunas incalculáveis, olhei para aquilo com uma grande calma e um certa pena daquela gente que acredita (será mesmo que acredita?)
que aquela máquina feita por milhares de cientistas,200 deles portugueses, os vai esclarecer acerca do inicio da vida do planeta terra.

Quero ver a cara deles quando a máquina avariar ou não responder correctamente ao que querem saber.

Quanto trabalho está por fazer, da parte dos cristãos!

Bem dizia o Apóstolo Paulo:

"Ai de mim se não anunciar o Evangelho"

Fique bem, fique com Deus

Um abraço
Viviana

jc disse...

Eu cá por mim acho que sem Deus não há ciência... (Ou não fosse eu criacionista...)

E podemos usar estes instrumentos para colocar a nossa fé, em alicerces ainda mais fortes!

Depois de descobrirem a particula pequena - a mais pequena de todas - virá outra ainda mais pequena; não se pensasse, à não muito tempo, que o núcleo era a mais pequena... Depois descobriu-se que afinal não era o núcle, ele era dividido em netrões, protões e electrões... Depois veio...

Alguém compreende!?

A medida que vamos evoluindo o nosso entendimento sobre uma qualquer coisa vai evoluindo...
Mas so evoluirá até certo ponto, pois nesse dia, Jesus virá.

Jorge Oliveira disse...

Olá Viviana e JC, agradeço os vossos comentários.

Creio que a ciência e a fé em Deus não são incompatíveis. Aliás a ciência (a verdadeira ciência) irá reforçar a necessidade de crer num Deus superior. Sempre existiram, e ainda existem, grandes cientistas que crêem em Deus e que investigam com determinação os mistérios escondidos do universo.

Louis Pasteur, o grande microbiólogo francês do século XIX, afirmou: “Proclamo Jesus como filho de Deus em nome da ciência. Meu espírito científico, que dá grande valor à relação entre causa e efeito, compromete-me a reconhecer que, se ele não o fosse, eu não mais saberia quem ele é... Suas palavras são divinas, sua vida é divina, e foi dito com razão que existem equações morais assim como existem equações matemáticas”.

Arthur L. Schawlow, que foi Prémio Nobel de Física de 1981, disse: “... eu encontro uma necessidade por Deus no universo e em minha própria vida... Somos afortunados em termos a Bíblia, e especialmente o Novo Testamento, que nos fala sobre Deus em termos humanos muito acessíveis, embora também nos deixe algumas coisas difíceis de entender”

Sabemos também que no final dos tempos a ciência se multiplicará. Nada disto nos surpreende. Mas em Deus—Cristo, continuam escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência (Colossenses 2:2,3).

Prossigamos em conhecê-lO.

Abraço