terça-feira, maio 27, 2008

O mundo em que vivemos

Segundo notícia do Público, a organização britânica Save the Children divulgou hoje um relatório onde denuncia abusos sexuais a crianças, cometidos por funcionários humanitários, alguns das Nações Unidas. A ONU está a investigar casos no Haiti, Libéria, Costa do Marfim e República Democrática do Congo. As acusações de abusos sexuais por trabalhadores da ONU têm aumentado nos últimos anos. Mas, segundo o relatório, muitos dos abusos cometidos por soldados que integram as forças de manutenção da paz e funcionários humanitários nunca chegam a ser conhecidos.
Já não chegava o sofrimento atroz destas crianças, a maioria órfãs, ainda são violadas e estropiadas por estes brutais e nojentos animais da “paz”.

5 comentários:

Volney Faustini disse...

Como voce tem nos mostrado, devemos sair da Teologia da Prosperidade, para a Teologia da Solidariedade, da Compaixão, do Amor, do Reino de Deus - aqui e agora!

Temos muito o que fazer. A revolução nos chama!

Lou Mello disse...

O maior contigente da Força de Paz atuando no Haiti é brasileiro. Muitos dos soldados que estão lá são cristãos. Talvez eles possam nos dizer algo sobre essa informação.

Jorge Oliveira disse...

Olá Lou,
Nestas coisas (como nas outras) convém não generalizar. O facto de ocorrerem monstruosidades como estas, não significa que todos os envolvidos em missões de paz são violadores ou assassinos.

Os culpados, esses, devem ser obviamente julgados e punidos. Sejam eles Brasucas ou Portugas. Cristãos ou ateus.

Vilma disse...

É verdade que ficamos chocados quando lemos notícias como esta e muitas outras que nos mostram ao ponto a que o ser humano pode chegar.
Fico especialmente triste pelos inocentes que sofrem barbaridades nas mãos de "bestas" como estas.
Mas a verdade, é que a Palavra de Deus também é muito clara quanto aos dias que vivemos.
Nada disto nos deve chocar, mas sim, deixar alertas.
E ainda que as coisas estejam na verdade más, a Palavra de Deus é de esperança!
Só assim eu consigo enfrentar as barbaridades que vejo, leio e até mesmo, as minhas próprias, que não sendo da dimensão destas, teriam o mesmo lugar, caso não estivesse lavada pelo sangue de Jesus.
As misericórdias do Senhor renovam-se a cada manhã!

Viviana disse...

Olá Jorge,

Se não fosse a certeza de que o Deus de Amor sabe e vê tudo quanto acontece...acho que eu não conseguiria viver mais, no meio de uma humanidade como esta!

O que nos contou, dilacera os nossos corações.

Será que cada um de nós poderá fazer alguma coisa?

Pelo menos uma, acho que sim!

Anunciar o Evanglho que é o Poder de Deus para salvação de todo aquele que crê.
tenha um lindo dia
viviana