terça-feira, março 25, 2008

Awake!

Ontem à noite, eu e a minha mulher resolvemos ir ao cinema ver o “Acordado”. A história de um homem rico que fica acordado na sala de cirurgia, enquanto lhe fazem um transplante ao coração. Um thriller camuflado de melodrama romântico, muito fraquinho, como fraco era o coração do protagonista Clay Beresford. A sequência inicial, com a bela Jessica Alba, prometia muito, mas com o desenrolar da narrativa vamos percebendo, numa previsibilidade evidente, que o desenlace será mau. O filme termina numa série apressada de flashbacks, apregoando um moralismo e quixotismo superficial, tão popular também em alguns evangélicos dos nossos dias.
Mais valia termos ficado bem acordados na nossa cama. Ou a dormir.

5 comentários:

Lou Mello disse...

Você não vai acreditar. O homem da locadora ligou para mim ontem, e me perguntou se poderia em enviar seu último lançamento: o espetacular Acordado, segundo ele. Respondi que podia mandar, afinal era o espetacular Acordado. E agora, o que o faço com o filme? Depois de ler seu post, não conseguirei assístí-lo. :)

Jorge Oliveira disse...

Realmente Lou,
As opiniões sobre os filmes (e todos os outros assuntos) são muito subjectivas e pessoais. Até pode ser que tu gostes, quanto mais não seja, aproveita para ver a bela "Alba" a brilhar.

Eheheheh

Vilma disse...

Deverias ter aceite a minha sugestão no meu blogue e assistir ao Horton! :)))

José Carlos disse...

Por mim vejo, nas nossas televisões, o já mais que visto "Música no coração" e fico sempre satisfeito. Ou então repesco um dos magníficos filmes portugueses "O leão da Estrela", por exemplo, para ver o que não é muito habitual. O Sporting a ganhar ao f.c do Porto.Eh eh eh

PDivulg disse...

Fica aqui o registo. Quanto ao programa de " bem acordados na nossa cama" ... sem comentários, mas parece-me bem hehe!