terça-feira, janeiro 29, 2008

Deus continua atento e interveniente



Foi quando Nabucodonosor orgulhosamente se exaltou e declarou que edificou o seu reino com a força do seu poder e para a sua própria glória, que Deus derribou a sua coroa de rei e pô-lo a comer erva, juntamente com os animais. Que ninguém pense que pode fazer ou dizer o que bem entende sem as devidas consequências. Pode parecer que Deus está ausente ou indiferente às atitudes erradas dos homens, mas, quer seja no contexto familiar, no emprego, na igreja, na política ou noutro âmbito qualquer, O Todo-Poderoso está atento e actuante às nossas palavras, atitudes, pensamentos e motivações mais profundas. Deus abomina a mentira, a injustiça, o orgulho, a arrogância, a soberba. Seja a pessoa um líder consagrado, seja descrente em Deus, fariseu, crente ou ateu, todos estamos sujeitos à intervenção do Deus que está acima de tudo e de todos. Ele põe e tira, eleva e derruba, acende e apaga, rasga e restaura. Deus tudo conhece, sabe e pode. Deus é Deus!

"Louvo, e exalço, e glorifico ao Rei do céu; porque todas as suas obras são retas, e os seus caminhos justos, e ele pode humilhar aos que andam na soberba." Daniel 4:37


Imagem: William Blake, Nabucodonosor, 1795 London Tate Gallery

2 comentários:

jc disse...

é verdade...
mas na nossa carne custa ver outros a pisarem sem "dó" e não lhes acontecer nada...
Deus nos perdoe se entrarmos pelo caminho de Nabucodonosor...

José Carlos disse...

"O orgulho precede a queda"; já diz a Palavra.